Silêncio

Dois corpos lado a lado. Dedos entrelaçados. Troca de olhares. Silêncio. Não há necessidade de palavras. Tudo o que pode ser dito, é dito no silêncio do olhar e do abraço. O abraço é forte, reconfortante, esmagadoramente cheio de paz.
O olhar é sereno, tranquilo e apaixonado. A batida dos corações são sincronizadas. Se passam segundos, minutos e talvez horas, e nada precisa ser pronunciado.
A paz que invade o quarto é a mesma que fluí de nossos corpos.
Eu poderia passar horas e horas assim, apenas aconchegada em seu peito, ouvindo seu coração bater forte.
Às vezes me pego assustada, por me sentir tão bem ao seu lado. Sinto medo de perder tudo isso. Mas quando olho para você, todos os medos desaparecem e tudo se encaixa no devido lugar. Quando sinto seus braços a minha volta, todas as preocupações desaparecem e a sua paz me invade. E quando seguras minha mão, sinto que posso enfrentar qualquer coisa, com um grande sorriso nos lábios.
Então deixo toda preocupação de lado e aproveito cada segundo contigo. Estou apenas seguindo o que o poeta disse “Deixe o agora se estender.”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s