Casa

Dizem que nossa casa é onde está nosso coração. Mas nem sempre em nossa vida, temos certeza de onde está a tal casa. Nos sentimos perdidos, deslocados, como se nada fizesse sentido. A angústia bate a parte, assim como a solidão. Nos sentimos presos a insegurança e ao medo. Ficamos aterrorizados com o fato de poder abrir o coração ou de simplesmente poder desabafar.
Guardamos tudo para nós mesmo e aos poucos vamos adoecendo, tudo começa com um simples resfriado e quando vemos, estamos tomados por um oceano de palavras não ditas, gerando uma úlcera.

Lembro quando me senti assim pela primeira vez na vida, foi algo duro, pesado, mortal. Eu pensava que realmente não sobreviveria, que aquilo me levaria a morte. Não estou falando de morte física e sim do espírito, aquela que quando acontece, é irrecuperável. Aos poucos, eu fui me recuperando, tentando lutar arduamente contra. Mas quanto mais eu tentava lutar, mais eu era derrotada. Então eu me deixei levar, me deixei ser carregada pela correnteza. Quando meu corpo bateu no fundo do poço, eu acordei. Olhei em volta, analisei o que poderia fazer e comecei a planejar minha saída dali. Juntei forças que eu mesma desconhecia, respirei fundo e contei até dez. Olhei para cima, a luz parecia incrivelmente longe, quase inalcançável. Afastei todo e qualquer pensamento negativo e comecei a escalar. Algumas vezes eu escorrei, caí novamente no fundo e pensei em desistir. Sim, eu pensei seriamente em largar tudo e ficar ali, era mais confortável. Mas eu não poderia me permitir ficar presa dessa maneira. Recomecei a escalada e então depois de alguns meses, eu finalmente estava bem. Eu sorria e ninguém poderia saber o que eu passara ali.

O poço então se tornou um símbolo de vitória e não derrota. Tentei gravá-lo em minha mente como algo que foi conquistado e vencido, não algo que me afundou. Mas sobre a casa… A minha casa é a escrita. É onde meu coração mora, onde ele se liberta, se inspira, cria e sonha. Meu coração mora nas palavras, nos pensamentos vivos em cada frase. Meu coração finalmente entendeu que todo sofrimento na vida, cada choro tem um significado, tem uma razão e aprendizado. Meu coração finalmente se sentiu em paz em meio as palavras e não mais sufocado por elas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s