Bicicletas e joelhos ralados

“Algumas pessoas estão destinadas a se conhecer”.

Eu sempre duvidei desta frase, mas no momento em que me encontro, eu acredito totalmente nela.
Quando amamos verdadeiramente, tudo se torna diferente. Deixamos de ter pensamentos egoístas, egocêntricos e passamos a planejar. Todo tipo de medo existente, o medo de comprometimento e de imaginar uma vida ao lado de alguém, esses medos, eles desaparecem. Não digo que tudo se torna fácil, não. Mas tudo se torna simples e descomplicado. Quando tudo se torna fácil, desde uma conversa, a um discussão de pontos de vista, a vida parece mais leve. O peso do mundo que antes carregávamos em nossos ombros, aos poucos diminui, porque não estamos mais sozinho em nosso jornada. Quando dizem que duas cabeças pensam melhor que uma, talvez se aplique sobre isso. Quando dividimos nossa vida, sonhos e planos com alguém, tudo parece de certa maneira, mais “alcançável”.

Mas também há aquelas pessoas que apenas passam por nossas vidas, não fazem morada nela. Aquelas pessoas que ficam por tão pouco tempo, mas que nos ensinam algo gigantesco. Talvez sejam as lições mais dolorosas, mas são as que marcam realmente. Ficam marcadas em nossa alma. Essas mesmas lições, são aquelas que nos fazem chorar mais do que qualquer outra coisa, que nos causa uma dor que pensamos nunca superar. Mas então, de repente, renascemos, nos tornamos novas pessoas. Mais maduras e conscientes de alguns fatos da vida. Nos tornamos alguém mais paciente, calmo e também compreensivo.

Eu nunca achei que a dor fosse algo errado, e sim, algo que deve fazer parte de nossa vida. Sempre ouvi um ditado que dizia que aprenderemos na dor ou por amor, e é realmente verdade. A maioria das vezes é através da dor, mas, já percebeu que as maiores lições são através dela? Muitas vezes negamos ou tentamos esconder nossa dor e esquecemos o quão valiosa ela pode ser. Não estou dizendo que a dor é obrigatoriamente essencial, mas necessária em algumas épocas de nossa vida. Para um bom aprendizado.

Pegue o exemplo da bicicleta: sofremos no começo, quando tiramos as rodas de apoio, ralamos o joelho, choramos e dizemos que nunca mais iremos andar. Mas, no outro dia estamos lá, em cima da bicicleta, tentando novamente, até obter sucesso. E a vida é basicamente isso, um eterno passeio de bicicleta. Com suas quedas e belos passeios pelo parque.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s